segunda-feira, 30 de maio de 2011

Você é o que você veste?


Folheando a Super Interessante de Junho, me deparo com a seguinte matéria:

Roupas de grife ajudam a influenciar as pessoas

O mundo trata melhor quem está bem vestido. Um novo estudo comprova que isso é verdade - mas não porque roupas caras sejam bonitas ou estejam na moda. Seu poder está concentrado em um único elemento: o logotipo da grife.
A pesquisa foi coordenada pelo psicólogo Rob Nelissen, da Universidade de Tilburg, na Holanda. Ele pediu a voluntários que olhassem fotos de um homem de camisa polo - corn ou sem o símbolo de uma grife - e também mandou uma assistente ir à rua pedir donativos (usando uma blusa de marca, cujo logotipo foi coberto durante metade do tempo). Quando o logo estava visível, as pessoas demonstravam 20% mais de respeito e davam 400% mais atenção e 178% mais donativos para o dono da roupa, que também era considerado merecedor de um salário 9% maior. Em outra experiência, cada voluntário recebia 10 euros - e tinha de dar uma parte a outra pessoa (que na verdade era um comparsa dos pesquisadores). Quando essa pessoa estava vestida com uma grife, o voluntário dava mais dinheiro a ela. Em alguns casos, os cientistas diziam que a roupa de grife tinha sido um presente, pois aquela pessoa era pobre. Isso fazia com que os voluntários voltassem a ser muquiranas - anulando o efeito positivo que tinha sido gerado pela roupa de marca.
Ou seja: se você quer influenciar os outros, não basta se vestir bem. É preciso ostentar um logotipo, deixando claro que a roupa foi cara e que você tem bastante dinheiro. Ou pelo menos fingir. "Os dados sugerem que o consumo de luxo pode ser uma estratégia social lucrativa", diz Nelissen.

______________________________________________________________

E Agora? Quer dizer que precisamos expor grifes para conseguir respeito, passar uma idéia e influenciar as pessoas?

Não sou ninguém para questionar a pesquisa, mas se eu fosse depender disso para conseguir qualquer coisa, teria sérios problemas na minha vida.

**Biografia**
Jeane Freitas, vulgo Je Magazine, adora comprar em brechó, sempre entra em lojas desconhecidas e arranca todas as etiquetas das roupas (caras ou baratas), pois te dão alergia. Até os 23 anos, nunca usou uma grife estampada no peito.


22 comentários:

Paloma Veras disse...

Não liga para grife, visto aquilo que me agrada.

Beijos.
www.blogpalomaveras.blogspot.com

Fernanda Costa disse...

Achei essa pesquisa meio fail! Não ligo pra marca e sim para o que fica bonito ou não e sinceramente só uma pessoa louca e com muita falta do que fazer pra ficar dando mais ou menas atenção só pq tá vendo um etiqueta! É ridículo mais essa pessoas existem, FATO!

Gostei do post flor!
Passa no blog tem post novo!


http://magicafeminina.blogspot.com/

Beijos

laridias disse...

eeeeeeeeei tudo bem?
Espero que sim !
Venho aqui te convidar para conhecer meu blog e minha loja online.
No blog posto muitos looks e bastante coisas legais
Dá um pulo la e participa do sorteio (para participar, é so clicar em seguir).O sorteio
de 03 pulseiras lindas da minha loja

http://laridiasbarros.blogspot.com/

http://lojalaridias.tanlup.com/

Bruna disse...

a prova que as pessoas gostam de valorizar as aparências.
beijos

Naty Figueirêdo disse...

Hummm, eu acho que marca não influência tanto, mas a forma como você se veste e se comporta sim! Mas infelizmente vivemos num mundo onde as aparências são mais valorizadas do que o seu intelecto!

Adorei o post!
Beijo..
natyfigueiredo.com

Poly Nascimento disse...

Concordo em partes com a pesquisa! Acredito que que uma boa aparência ajuda e muito você a adentrar em determinados ambientes, ou obter melhor atenção de pessoas, infelizmente ainda somos muito visual. Mas não necessariamente você deve estar usando uma roupa de marca. Hoje em dia dá pra se vestir com muita dignidade com roupas até baratas, isso vai do estilo e muitas vezes bom senso de cada um.
Tem uma coluna nova sobre receitas lá no Blog, se você gosta de cozinhar me visita por lá?!
Beijos e boa Semana!
http://estilopoly.blogspot.com/

De Chanel à cupcakes disse...

Super concordei com as pesquisas! E estou completamente apaixonada por o sapato do ultimo post, quero muito ele, haha invejinha branca!

Hana disse...

Achei super interessante a pesquisa, mas eu nao ligo mto pra marca nao! Uso somente aquilo que me faz sentir bem ;)

bjiimm

http://muslimahfashionn.blogspot.com/

Patrícia Quel disse...

Je,

Não basta estar grifada se não tem bom gosto...
Existem peças sem marca que na minha opinião são muito lindas e fazem valer...

Bjs!

F. Zombie disse...

Nada contra quem usa grife, mas eu não ligo a mínima, uso o q eu gosto.
Acho ridículo o julgamento de uma pessoa pela roupa.
Bjo

Flávia Cary disse...

oi Je

eu acho que as marcas trazem glamour para quem tem a cabecinha vazia, já cansei de ver blogueiras desdenhar de batom dailus ou vult, pq tem acesso a MAC.Infelizmente a raiz disso tudo está na auto estima baixa que depende de uma griffe para se afirmar, a mulher pode estar coberta de ouro, mas se não tem classe, já era.A massificação da sociedade permite que eu encontre no tio camelô uma réplica de Louis Vuitton a 120reais e saia badalando por ai como se fosse original, tudo é uma questão de senso de ridículo e de consumo consciente!
beijossss e griffes hahaha

Lucy disse...

Adorei esse post eu não ligo e tbm arranco todas as etiquetas me incomoda entãoo tanto faz sendo bonitaaa ta valendoo
Bjinhuss
Lucy Albieri

www.modaxmake.blogspot.com

Thaís Araújo disse...

Eu não sou muito de marca!
O que eu gosto e fica bom em mim eu vou levando! Rss

Beijos.

www.consumisse.blogspot.com

Kammy disse...

oie
vim agradecer seu comentário la no burguesinhas.com.br

Nossa mto triste isso das marcas, eu não ligo muito não...até mesmo por que nao tenho dim dim sobrando pra ficar comprando coisas grifadas...rss
mil beijinhos
kammy

Iasmin Fernandim disse...

Oie flor super interessante seu post gostei muito
nos ajuda a repenssar assuntos pouco abordados..
gostaria de t convidar para ir ao meu blog,pus um post espero que goste
bjinhos

Baixinha Estilosa disse...

Muito interessante esse post! Mas tenho que confessar que não ligo para marca, gostar da roupa e vestir bem é mais importante na minha opinião ;)!!
Kiss

Naty Figueirêdo disse...

Eu acho que personalidade e bom gosto se sobressai das marcas caras..

Beijo.
natyfigueiredo.com

Jéssica Moreira disse...

aaah, o seu blog é mt mt massa, os posts são perfeitos mt incrível .
se puder me segue:
http://caprichodeumagarota.blogspot.com/

twitter: @jessiicamoreira

Ded disse...

As roupas de grife são mais conceituais, o acabamento muitas vezes é melhor. Mas eu não dou valor a grife, acho lindo quem se veste bem. Independente do valor da roupa!
Beijos
http://costurasemfio.blogspot.com/

Roberta Micropigmentadora disse...

Oiii Je, eu não tenho nenhuma roupa, tênis, óculos etc de grife, eu uso o que acho legal... por isso nem mostro nada disso no blog por que com certeza perderia muitas seguidoras. kkkk agora que comecei a postar as músicas que gosto é que estou vendo, as pessoas só gostam da modinha, assim é em todos os aspectos seja na roupa na música, dão valor ao que está em alta no momento. Vai ver POr isso vivo sozinha só meu namorado me atura kkkkk mas são escolhas. Algumas pessoas preferem de fato as aparências outras não.
Beijo grande

Roberta Micropigmentadora disse...

Je muito obrigada pelo comentário rsrs, então que bom tendo seu apoio lá no blog não paro de postar as músicas não :D
Beijoooooooos

Nina Dantas disse...

Ai que absurda essa matéria! Sério, acho que quem se orienta pelo logotipo na camiseta ou pela etiqueta da calça jeans não tem o menor senso crítico. Eu tenho verdadeiro horror de sair por aí como se fosse um outdoor ambulante. E Je: vintage rules!!! Beijos

www.roadtripdanina.com

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...